sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Um novo material: O silício negro.

Olá caros leitores do LeGauss,

Nesse texto escreverei sobre um novo material sobre o qual lí nesse ano e que me despertou bastante interesse.
Creio que devido a suas características poderá revolucionar nossa situação sobre fornecimento de energia.

Como foi descoberto


Esse novo tipo de sílicio foi descoberto quando alguns estudantes de graduação da Havard e seu orientador, Eric Mazur, decidiram tratar uma pastilha de sílicio com lasers de alta intensidade em seu laboratório de física.
Os estudantes e seu professor observavam a natureza de alterações químicas provocadas por um laser quando aplicado a metais como, por exemplo, a platina. Decidiram então realizar um experimento desse tipo com uma pastilha de silício em uma câmera de vácuo com um gás chamado hexafluoreto de enxofre[1] e aplicar sobre o chip pulsos muito rápidos e intensos de laser.
Cada pulso não durava mais que 100 milionésimos de segundo, entretanto sua energia era equivalente a toda luz do sol focada em um espaço de não mais de um centímetro quadrado.
Após mais de 500 pulsos a cor cinza do sílicio tornou-se negra.

Características


A característica que mais chama a atenção nesse material é sua superfície coberta de uma infinidade de picos pontiagudos, o que pode-se chamar de uma "floresta de agulhas".
Mais interessante ainda é o comportamento dessa floresta após incidir-se um raio de luz sobre ela, a luz fica presa entre essas agulhas indo e vindo entre os picos de forma tão intrincada que praticamente não há reflexão de volta.
Daí, o nome do material, silício negro, pois não reflete quase nenhuma luz.[2]

Aplicabilidade


A capacidade desse material de absorver a luz dessa forma despertou o interesse de Dr. Eric Mazur que logo percebeu que um material com tais características seria um grande candidato para ser utilizado na construção de células fotoelétricas, aumentando de forma considerável o rendimento do processo de obtençao de energia.


Bem, fica por aqui o meu texto, espero que gostem
Farewell

Notas

[1] Gás usado pela indústria de semicondutores para fazer marcações no silício para os circuitos.
[2] Se você não entendeu você não merece ler esse blog!
Brincadeira(?), o preto é a cor mais escura do espectro de cores e é caracterizada como a "ausência de luz".




6 comentários: