terça-feira, 12 de maio de 2009

Nada se cria, nada se perde

Atenção: post nojento!

Já tem empresa vendendo papel feito com fezes de elefantes. Parece nojento? Imagine. É o que explica Aline Ribeiro, do blog de sustentabilidade da Época Negócios.



“Por ingerir apenas vegetais, e em grande quantidade, o elefante acaba gerando fezes ricas em fibras, ideal para a fabricação de caixas, lembrancinhas, conjuntos, porta-retratos, blocos, cadernos, envelopes e papéis coloridos. Um único elefante pode produzir até 25 kg de fibras todos os dias, sem precisar derrubar uma árvore sequer.”

Fonte: Época Blog do Planeta

E quem quiser conhecer um pouco mais, pode visitar o site da Poo Poo Paper, e para ver o catálogo e loja online dos "produtinhos", é só visitar a Pootique, que é realmente um trocadilho horrível.

A idéia é muito boa, mas eu sinceramente acho que eles deveriam reconsiderar o slogan.
We take the "OO" out of "Poo"TM


Quem quiser se aventurar a ver o vídeo do processo de produção, é só clicar aqui e ir até o fim da página.





2 comentários: