terça-feira, 17 de março de 2009

Cientistas estão mais perto de fazer uma capa de invisibilidade

Nos últimos anos os cientístas têm feito enormes avanços no desenvolvimento do Cloaking. Para quem não sabe, cloaking significa disfarce ou algo do tipo. Mas este termo já ganhou uma roupagem científica. Disfarçar um objeto (cloaking an object) significa torná-lo indetectável a ondas eletromagnéticas.




Um artigo publicado em março de 2009 apresenta uma visão geral do deselvolvimento teórico dos cloaking devices (em tradução livre, dispositivos de disfarce) sob uma perspectiva matemática.

Numa explicação noob leiga, porque entendo pouco de física, o método se dá da seguinte maneira: as ondas de luz que chegam a um determinado objeto (ou uma determinada região) teriam de dobrar-se para o redor dele, e emergeriam no outro lado, como se tivessem passado reto por ele, tornando esse objeto "invisível". Para isso acontecer, objeto teria de possuir uma propriedade de ser indetectável por ondas eletromagnéticas.


A matemática tem um papel importante nesta história toda. Ela é imprescindível, por exemplo, no estudo das Equações Diferenciais Parciais, usadas na modelagem de fenômenos físicos, como o de ondas eletromagnéticas.

Se alguém que entende mais de física e de metamateriais (eu sei que tem, né Yoko?), por favor me corrija se eu tiver falado alguma besteira.

Saiu lá na ScienceDaily.





5 comentários: