quarta-feira, 18 de março de 2009

Quantos R's são mesmo?!


Os 3 R's já são famosos. Reduzir, reutilizar, reciclar. Nessa ordem.
O que pouca gente sabe é que na verdade há mais 2 integrantes nessa lista. São a recuperação e a compostagem. Mas você a diferença entre eles? Ou pra você usar a garrafa de refrigerante pra guardar sabão em pó é reciclagem?


Reduzir


Não há mistério com relação a essa. Reduzir o consumo para reduzir a geração de lixo. É o que promove o uso de sacolas de compras reutilizáveis em vez das sacolinhas plásticas e a compra de produtos a granel em vez daquelas encaixotadinhas com 300 camadas de plásticos e papéis pra guardar o produto, por exemplo.

Reutilizar


Reutilizar significa utilizar um resíduo (lixo) para outro fim que não aquele para o qual ele foi gerado. Então, quando você vê a propaganda da Tetra Pak na TV, dizendo que depois que você joga sua caixinha de leite no lixo, ela é reciclada e vira brinquedos, telhado e várias outras coisas, é mentira. Isso é reutilizar, e não reciclar. Quando você usa a sacolinha plástica pra colocar lixo, mesmo que infeliz, isso é uma reutilização.

Reciclar


Como o próprio nome diz, reciclar significa reintroduzir o resíduo no seu próprio ciclo, como parte da matéria prima. O famoso exemplo das garrafas PET: quando elas vão para a reciclagem, são usadas como matéria prima para se fazer novas garrafas PET. A reciclagem, apesar de benéfica, também consome dinheiro e um bem muito precioso: água. Por isso, o princípio dos R's começa na redução, que deve ser a prioridade.

Recuperar


Muitos resíduos tem sua energia aproveitada através da incineração. Na incineração, os resíduos sofrem decomposição térmica, em fornos que vão a temperaturas da ordem dos 1000 °C. O ideal é incinerar resíduos que possuam alto poder calorífico, ou seja, que o calor gerado pela sua queima seja alto o suficiente para manter as chamas acesas com pouco uso de combustível adicional. Geralmente há uma grande redução no volume dos resíduos por esse método. E a energia gerada pela queima pode ser aproveitada em outras áreas da indústria.
O processo de incineração é bastante caro. Por isso há poucos incineradores industriais no Brasil, e as empresas que tem um ganham uma nota preta em cima disso.

Compostar


A compostagem é uma técnica milenar, praticada pelos chineses há mais de 5 mil anos.
É um processo biológico em que os microrganismos transformam a matéria orgânica, como estrume, folhas, papel e restos de comida, num material que se chama composto, que pode ser utilizado como adubo. No bom português, você mistura esterco, folhas, resto de comida e qualquer outra coisa orgânica que você achar pela frente, espera um tempo e o que você tem é um adubo orgânico de primeira, que não prejudica o solo e não compromete sua qualidade, como os NPK's[1].

Amidala moderninha


Conhece a Natalie Portman? É uma atriz israelense, conhecida por ter interpretado a Padmé Amidala na saga Star Wars[2].
A Natalie Portman, quando era criança, fez parte de um grupo chamado World Patrol Kids.
Vou poupar palavras. Vejam que coisa estranha original.


Notas

[1] Fertilizantes químicos à base de nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K), que são macronutrientes das plantas.
[2] Natalie nasceu em Jerusalém, e segundo a Wikipedia, é vegetariana (êêê!) e formada em psicologia pela Universidade Harvard.

Conheçam!
A EPA (Environmental Protection Agency), a agência de proteção ambiental dos Estados Unidos, tem uma seção do site dedicada aos 3 R's. O endereço é: http://www.epa.gov/epawaste/conserve/rrr/index.htm

O site da USP tem uma parte sobre coleta seletiva, e fuçando lá dá pra achar muita coisa legal: http://www.ib.usp.br/coletaseletiva/

Se você curtiu a idéia da compostagem, mas mora em apartamento, isso não é mais desculpa. Clique aqui e descubra porque!






2 comentários: