segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Tentativa de um Projeto Mayhem no Twitter

Quem assistiu ao Clube da Luta sabe do que estou falando: um grupo organizado decide explodir todos os prédios com dados de cartões de crédito para que todas as pessoas tivessem suas contas anuladas. Dois indivíduos com grande senso de humor postaram no twitter uma proposta parecida para corrigir um problema recente dessa rede social.

No Twitter, seguidor é um usuário que recebe, voluntariamente, todos os tweets de um outro usuário (o seguido) em sua página inicial do twitter. Existe uma lista de usuários sugeridos a serem seguidos (SUL de Suggested Users List). A questão toda está relacionada com a criação de uma nova lista SUL que causou efeitos interessantes, contrário ao esperado aumento no número de seguidores por parte dos que estão na SUL. A idéia de Allen Stern e Louis Gray era fazer com que o twitter tornasse nulo o número de seguidores de todos os usuários da SUL.

Tempo é dinheiro, para empresários. Para alguns tecnólogos e jornalistas, seguidores também é dinheiro. Quanto mais seguidores você tem, mais valiosa se torna sua conta: você é lido! Não é a toa que muita gente fica disputando a quantidade de seguidores que tem (até o Ashton Kutcher já entrou em uma "briga virtual" por causa disso). Se você tem um negócio ou um blog, é um bom negócio publicar no Twitter seus posts; se você tem muitos seguidores, melhor ainda (os retweets multiplicam drasticamente o número de pessoas em que a notícia chega). Quase todos os jornais ou centros de informação têm twitter e fazem uma prévia das notícias via tweets. E o que significa estar na SUL? Significa ser recomendável, é estar visível para ganhar seguidores. A partir de ontem, passei a seguir um astronauta que tweeta de uma estação espacial por ele estar na SUL (ele tem mais de 200 seguidores e segue apenas 3 usuários!). Mas isto está longe de ser um caso extremo: a TechCrunch tem mais de milhões de seguidores.

Mas criar uma lista assim não é favorecer alguns usuários? Quais os critérios para um usuário participar dessa lista ou não? Por que o LeGauss não tem um Twitter e participa desta lista?! Estas perguntas geram controvérsias e demandam muita discussão; Discussões que não chegam à maioria dos usuários do twitter, ainda que modifiquem drasticamente sua experiência com o serviço.

Uma nova SUL foi lançada pelo Twitter recentemente (caso você tenha uma conta, esta lista está disponível aqui). Esta SUL é gerada por um algoritmo atualizado com frequência considerável, e que pode retirar alguns usuários da lista caso alguns critérios sejam detectados. O problema é o impacto verdadeiro (e quantitativo) que essa nova SUL teve. Anteontem, num artigo de MG Siegler da TechCrunch, é possível ver o quanto a criação de uma nova SUL modifica a razão com que novos seguidores. Este efeito já era perceptível no primeiro dia de existência da nova lista. Nota-se uma queda significativa no número de seguidores novos por dia dos usuários que participam tanto da nova como da antiga SUL. Em alguns casos mais dramáticos, há a perda do número total de seguidores. Uma exceção a este efeito é o Bill Gates.

Qual exatamente é o problema com isso? A rede formada pelas relações entre usuários do twitter sofreu uma perturbação que não tem a ver com a sua dinâmica natural. Com isso, diversos usuários têm prejuízos. E então a tal da SUL, que já criava polêmica só por existir, passa a interferir diretamente na forma como a rede está se moldando. Desde então, especula-se como consertar isto.

O Projeto Mayhem. Allan Stern publicou esta nota neste último dia 22. Ele comenta esse visível decréscimo de seguidores observado pelo MG Siegler. Ele propõe uma forma de acertar tudo em alguns minutos: basta zerar o número de seguidores desses usuários problemáticos. E a argumentação é interessante: eles já receberam seguidores por fazerem parte de uma lista "injusta". Seria então razoável que aceitassem isso, ainda mais porque, caso realmente mereçam estar na SUL, eles podem conseguir novamente todos seus seguidores mantendo a qualidade de seus tweets.

A questão é que não acredito que isto mudaria muita coisa. MG Siegler, da TechCrunch, foi mais rápido e descreveu muitíssimo bem, como sempre, o que possivelmente ocorreria com essa prática. Basicamente, milhares de usuários ficariam aborrecidos, porque ao zerar as contas você não apenas corta relações geradas pela SUL, mas também corta todos os nós do grapho; você mata toda a rede que existia, você impõe mais uma perturbação não natural. A idéia de comparar esta idéia do Allan Stern com o Projeto Mayhem foi o tópico do MG Siegler.

Caso você queira uma lista alternativa de usuários para seguir, teste o Listorious. Se me permitem, a minha lista de usuários sugeridos começa por este.




2 comentários: