quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Instalação do ABNTeX em Windows/Linux

Em resposta a Um tutorial para instalar e começar a usar o LaTeX, do Tiago com h cortado.

A Associaçao Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é a associação que dita as normas que devem ser seguidas por documentos ditos técnicos, tais como dissertações, teses e monografias. Quando estamos escrevendo muitos destes documentos, precisamos utilizar LaTeX para construir as fórmulas matemáticas. Para facilitar então a rotina de construir um documento LaTeX já nas normas da ABNT, um grupo lançou o pacote ABNTeX que já traz todas as definições pertinentes. Retirado do site deles:
Existem normas demais, regras demais, burocracias demais e maior parte disso é inútil. Mas cada vez mais todas essas coisas ocupam o nosso precioso tempo afastando-nos de atividades mais interessantes e criativas.
Vamos falar um pouco sobre a instalação deste pacote nos sistemas Windows e Ubuntu. Ao final, mostraremos como é fácil utilizá-lo em seus docuemtnos.

Prérequisitos do sistema

Para pode usar o ABNTeX é necessário ter o LaTeX instalado. Para Windows, o MikTeX é o mais usado. Para Unix, Linux e Mac, o mais usado é o teTeX [1].

Além do LaTeX em si, verifique se o pacote setspace.sty está instalado. Em sistemas Unix/Linux, os programas se encarregam de instalar as dependências pelo usuário, mas esta é uma efetiva possível fonte de erros. No caso do Windows, ensinaremos como instalar este pacote adicional também.

Instalação no Linux

Como na maioria das vezes, a instalação no linux é bem simples. Vamos apresnetar a instalação no Ubuntu/Debian. Para Connectiva/Suse, basta procurar pelos respectivos RPM (separados aqui).

É possível instalar todo o ambiente TeX de uma vez só, e já conseguir ter o ABNTeX junto. Abra o terminal e use o comando

sudo apt-get install abntex

Após fornecida a senha (por causa do sudo) e aceitos alguns pacotes extras, todo LaTeX estará instalado. Se você já tiver o LaTeX instalado em seu sistema, o pacote ABNTeX estará pronto para uso.

Instalação no Windows

Também não será nada complicado instalar o ABNTeX no Windows. A seguir, vamos apresentar um modo que só deve funcionar nas versões mais recentes do MikTeX (versão 2.4 ou maior).

No menu Iniciar/Programas/MikTeX, procure por um programa chamado MikTeX Package Manager. Este programa lista todos os pacotes disponíveis para instalação. Procure o pacote setspace.sty [2]. Encontrado o pacote, verifique se existe uma data no campo "Installed on". Se o campo não estiver vazio, significa que esta é a data de instalação do pacote; ergo, o pacote já está instalado.

Encontre a pasta em que o MikTeX instalou seus arquivos. A pasta padrão varia com as versões do MikTeX, podera ser C:\texmf, C:\Arquivos de Programas\texmf ou outra qualquer. Para não ficar perdido, é mais saudável simples procurar pelos arquivos latex.exe ou report.cls. No que segue, chamaremos esta pasta de C:\texmf.

Vá até a página de download ABNTeX e baixe o arquivo abntex-<versão>.zip e o descompacte em uma pasta temporária. Entre nesta pasta temporária. Dentro dela, deve haer uma pasta de nome bntex-<versão>/texmf. Copie todo o conteúdo desta e cole sobre o conteúdo da pasta C:\texmf. Feito isso, será necessário atualizar o MikTeX destas mudanças. Para isso, vá em Iniciar/Programas/MikTeX e abra o MikTeX Options. Na primeira das abas, clique nos botões Refresh Now.

Utilização do ABNTeX

Supondo já instalado, o ABNTeX estará pronto para ser chamado. Na verdade, trata-se de uma classe de documento. Portanto, em vez de book ou report ou qualquer outra classe que esteja sendo usada, basta utilizar a classe abntex. Por exemplo, no preâmbulo,

\documentclass[--opt--]{abntex}

Após compilar, já ficam óbvias as mudanças. Em geral, não há problemas em simplesmente trocar a classe de documento porque o ABNTeX reconhece a maior parte dos ambientes que são utilizado nas outras classes [3]. No entanto, tem sempre aquele erro chato que pode acabar aparecendo: não deixe para mudar o estilo da sua dissertação de mestrado em cima da hora.

Finalizando as discussões

Como em qualquer escolha por estilo, há aqueles que não gostam do resultado. O ABNTeX também pode receber algumas modificações, como o padrão para referências bibliográficas, tamanhos de fontes, etc. Uma das reclamações que ouço com mais frequência é quanto à separação entre as linhas: acham muito grande. Isto torna o texto desnecessariamente mais longo. Convenhamos: o documento sim fica mais longo, e é um comprimento virtual; mesmo assim, seria interessante diminuir este espaçamento às vezes desnecessário.

As notas de rodapé:
  • [1] Já vem como versão padrão nas distribuições do Ubuntu, via Synaptics. No Conectiva Linux o teTeX costuma ficar no segundo CD.
  • [2] Para procurar qualquer pacote de forma rápida, use a busca localizada acima da listagem dos pacotes.
  • [3] A menos de classes específicas, como o Revtex. Ou seja, não adianta querer usar o ambiente widetext no ABNTeX, o que não seria ruim.




Um comentário: